PROCURADOS

  • Procurado
  • Procurado
  • Procurado
  • Procurado
  • Procurado
  • Procurado
  • twitter
  • Facebook
  • rss
Previsão do Tempo
www.simepar.br

OXI

oxi

Os primeiros relatos de consumo do oxi foram registrados no Norte do Brasil, mas nos últimos anos a droga já foi apreendida em pelo menos 13 Estados do país.

Há relatos de que o uso do oxi começou a entrar no país pela fronteira com a Bolívia e Peru, que é o terceiro produtor de cocaína do mundo, em Estados como Acre e Pará há cerca de 10 anos, mas ao que tudo indica, começou a se espalhar pelo país nos últimos sete anos.

Apesar de ter sido apontada como uma nova droga pela mídia, o oxi é considerado por especialistas como uma variação mais barata e tóxica do crack, que combina a pasta base de cocaína com substâncias químicas de fácil acesso.

Sendo assim, o tráfico de uma droga desse tipo é bastante vantajoso ao fornecedor, que logo transforma mais usuários em dependentes, utilizando um produto mais barato e tornando o produto mais acessível, pois costuma ser vendido por um preço duas a cinco vezes menor que o crack.

Composição Química e o Uso

O oxi é uma mistura da pasta base de cocaína, fabricada a partir das folhas de coca, com substâncias químicas como querosene, gasolina, cal virgem ou solvente usado em construções. Para transformar a pasta base em oxi é acrescentado, novamente, uma quantidade de solvente e alcalino, o que deixa a droga mais tóxica.
A droga é geralmente consumida numa mistura com o cigarro comum ou com o cigarro de maconha, ou ainda fumada em cachimbos de fabricação caseira, como o crack. O nome oxi, uma abreviação de "óxido" ou "oxidado", vem do fato da droga liberar uma fumaça escura ao ser usada, deixando um resíduo marrom, de cor semelhante ao da ferrugem – oxidação – nos metais.

Efeitos
  • Os efeitos iniciam entre 7 a 9 segundos após o uso, característica relevante para o dependente e duram apenas alguns minutos, fazendo com que o sujeito sinta a necessidade de consumir a droga novamente.
  • Angústia
  • Paranoia
  • Lesão na boca (ferimentos nos lábios, mucosa e danificam as papilas gustativas)
  • Corrosão dos dentes
  • Fibrose pulmonar
  • Lesão nos rins e fígado
  • Cirrose hepática
  • Naúseas
  • Diarréia
  • Problemas gastrointestinais
  • Ataque cardíaco
  • Acidente Vascular Cerebral

Referências

COSTA, Camila. Entenda o que é o oxi e como a droga se espalhou pelo Brasil. Disponível em: <http://www.diariodasaude.com.br/news.php?article=drogas-o-que-e-oxi>. Acesso em: 27/10/14.

Recomendar esta página via e-mail: